Recurso Multa

Recurso de Multa Dirigir Falando ao Celular

O artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro, prevê que dirigir um veículo utilizando-se de telefone celular é uma infração média, que tem como penalidade uma multa de R$ 85,13, com perda de 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação. Porém há possibilidades de recurso de multa por falar ao celular.

Livre-se da multa por dirigir falando ao celular clicando aqui

RECORRER MULTA DE CELULAR

O grande perigo de se usar um celular enquanto o motorista está dirigindo é que pode provocar acidentes graves, já que a situação cria distração. Se você foi apanhado usando o celular enquanto dirige, mesmo sabendo ser uma infração, no entanto, existe como evitar, recorrendo da multa e eliminando-a de seu prontuário de motorista.

Em princípio, um agente de trânsito não pode simplesmente aplicar a multa quando percebe um motorista dirigindo com o celular ao telefone. O agende deve falar com o condutor, alertá-lo sobre o fato e depois aplicar a multa de advertência. Ou seja, é preciso comprovação testemunhal de que o motorista está dirigindo e falando ao mesmo tempo com um dispositivo móvel.

No caso de haver sido multado, é necessário entrar com um recurso contra a notificação, que você pode acompanhar através do modelo abaixo:

Modelo de Recurso de Multa – Dirigir ao Celular

ILUSTRÍSSIMO SENHOR DIRETOR DA J.A.R.I – JUNTA ADMINISTRATIVA DE RECURSOS E MULTAS DO MUNICIPIO DE _____________________.

Recurso do Auto de Infração ___________________

_________________________________, brasileiro, casado, profissão, portador da Cédula de Identidade RG nº ___________-SSP/__, CPF nº ______________________, residente na RUA ________, _____, Vila _________________ – ___________ – __, Cep: ____________, onde recebe notificações, vem com o devido respeito e lisura apresentar Recurso de Multa de Trânsito, conforme informações abaixo, a este Egrégio Órgão onde se pede o envio do mesmo para a sessão VER COMPLETO

Razões do Recurso

DOS FATOS:

O Auto de Infração em referência foi baseado no artigo 252 VI –DIRIGIR O VEÍCULO UTILIZANDO-SE DE TELEFONA CELULAR lavrada em 06 de julho de 2009, na Rua Sete de Setembro N 693 às 09:19 h.

O veículo autuado foi descrito como um _________________________ e placa _______, licenciado em _________________, em nome de _______________________.

O condutor, no caso o proprietário do veículo, com toda certeza não estava neste local na data e hora consignada na infração, destaque-se e, muito menos se utilizando de telefone celular.

MÉRITO DA SOLICITAÇÃO

O recorrente alega em sua defesa que há claro erro, pois, como caso de fato houvesse a infração consumado, não providenciou, o agente responsável pelo auto de infração, a sua notificação pessoal, assim, resta claro que se trata da palavra de um contra a palavra de outro. Não existem fotos ou quaisquer elementos comprobatórios da conduta assinalada.

É momento de se acabar com este estado policialesco existente em nossa sociedade. Abusos são cometidos, policiais não são deuses, com o poder de emitir autos para quem bem entender, ou em decorrência de seu estado de humor.

Importante dizer que o Auto de Infração deve ser VER COMPLETO

No votes yet.
Please wait...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *